Catracas e Coroas para um bom começo!


mulheres ciclismo, catraca e coroa, bike

O post de hoje é a dica mais básica e essencial pra quem quer pedalar. Nós mulheres, pelo menos a maioria, não nascemos com a praticidade da desenvoltura mecânica que os homens tem desde que nasceram na cabeça. Pra eles costuma ser bem mais fácil visualizar a necessidade da troca de marchas na hora do pedal, mas nós não temos aquele desenho em mente, o que algumas vezes nos fazem "sofrer" mais na pedalada.

Eu mesma já apanhei na hora de decorar o sobe ou desce das catracas e qual a melhor hora da troca das coroas. É muito importante dominar isso pois é a teoria mais básica pra uma boa qualidade da prática desse esporte. Vamos ser práticas e básicas então pra começar ok? Com o tempo aprofundamos mais nossas técnicas. Pode ser???

As imagens mostram uma Transmissão Tradicional.

(Termo para aprender na linguagem dos ciclistas: Transmissão - o conjunto formado pelos pedais, coroa, catraca e corrente)


As engrenagens (discos com dentes) da maior circunferência, que fica na parte do pedivela, onde está seu pedal são as Coroas. Quanto maior a coroa mais "pesado" fica a marcha.

(Termo para aprender na linguagem dos ciclistas: Pedivela - lugar onde fixa o pedal / Coroão - a maior coroa / Coroinha - a menor coroa / Coroa do meio - a do meio mesmo, quando tem).


As engrenagens da menor circunferência que estão na roda traseira são as Catracas. Quanto maior a catraca mais "leve" é a marcha. Catracão - a maior catraca / Catraquinha - a menor catraca / as demais não tem denominações específicas)

(Termo para aprender na linguagem dos ciclistas: Catracão - a maior catraca / Catraquinha - a menor catraca / as demais não tem denominações específicas)


Resumindo, o que você tem que ter em mente:

  • Sobe Catraca -- a marcha fica mais leve.

  • Desce Catraca -- a marcha fica mais pesada.

  • Sobe Coroa -- a marcha fica mais pesado.

  • Desce Coroa -- a marcha fica mais leve.


Na prática:


  • Na subida - Desce Coroa e Sobe Catraca (Coroinha e Catracão)

  • Na descida - Sobe Coroa e Desce Catraca (Coroão e Catraquinha)


*Normalmente, os passadores de marcha do lado esquerdo passam as Coroas e do lado direito as catracas.


Explica isso melhor...


Ok! Vamos pensar comigo...

Como o pedal fica preso na coroa, quando ele dá uma volta completa, a coroa faz o mesmo; mas, por ser menor, a catraca dá algumas voltas a mais. Isso faz com que os pneus também girem mais rápido que a coroa, aumentando a velocidade da bicicleta.


Quando a coroa maior está ligada pela corrente à menor catraca, uma volta completa dos pedais resulta num maior número de voltas das catracas, fazendo a bicicleta mover-se com maior velocidade. Por outro lado, nesta combinação, o esforço para andarmos com a bicicleta tem de ser maior, uma vez que, para uma volta completa dos pedais, os pneus da bicicleta dão várias voltas a mais. Assim, somos obrigados a fazer uma força que seja suficiente para nos mover com uma maior velocidade. Porém, em uma reta ou descida, essa força dá maior rendimento à pedalada, ou seja, você gasta menos energia pra girar mais e andar mais quilômetros.


Quando a menor coroa está ligada à maior catraca, uma volta completa dos pedais resulta num número menor de voltas dos pneus. Isso faz com que a bicicleta ande em menor velocidade. Porém, o esforço necessário para fazê-la se deslocar é menor. Ou seja, você gasta mais energia com maior número de giros, o que só compensa se você estiver em uma subida onde o giro fica pesado, então a bicicleta subirá lentamente porém sem tanto esforço.


Se você entender essa mecânica, não vai precisar decorar o sobe-desce e não vai travar no meio da subida, como acontece muito por aí! O melhor jeito de exercitar é deixar na Coroa do meio e ir subindo e descendo catraca sentindo a bike ficando mais leve e mais pesada a medida que passa as marchas.


Alguns cuidados com esse conceito...


1- Não cruze as marchas (Câmbio Cruzado)

Existem algumas combinações de marchas que evitamos, para não forçar o mecanismo: se você colocar a maior coroa (Coroão) com a maior catraca (Catracão) ou a menor coroa (Coroinha) com a menor catraca (Catraquinha), a corrente fica muito esticada e um pouco torcida, desalinhada em relação ao quadro (corpo da bicicleta). O resultado disso é um desgaste prematuro e até mesmo quebra da corrente. Evite as duas combinações mais extremas de cada ponta!

2 - Passar mais de uma marcha por vez

Algumas bikes tem sistemas mais avançados e permitem subir e descer Catracas de uma vez, com mais agilidade, porém nenhuma recomenda fazer isso com as Coroas, pois elas podem sair. Questione sobre isso quando for comprar sua bicicleta ok?

3 - EVITE trocar de marchas na subida

Quando você está em uma subida, tenha em mente que está mais pesada e isso tensiona a corrente dificultando a passagem de marchas e o funcionamento do mecanismo. Pense que a corrente "gruda" na coroa em que está devido ao peso. O ideal é deixar a marcha,principalmente a "descida" da coroa, preparada pra subida momentos antes de chegar nela. Se ao chegar em determinado momento na subida e ainda precisar da ajuda das catracas maiores, incline levemente o corpo pra frente e tente acelerar um pouco a pedalada pra subir mais catracas e aproveitar melhor seu pedal.

Espero ter facilitado essa parte meninas porque pelo menos pra mim é mais confusa!!! Me mandem suas dicas de memorização nessa parte ok?!

Beijinhos Miss!

#catraca #coroa #catracaecoroa #iniciante #mulheresquepedalam #querocomeçarapedalar #pedalprameninas #mulheresnopedal #dicadepedal #DicadeBicicleta

Follow Us
  • Twitter Basic Black
  • Facebook Basic Black
  • Black Google+ Icon
Recent Posts