Mulheres e seus Selim: um caso de amor e ódio a ser observado!

Não achem que é muito clichê repetir por diversas vezes o quanto somos diferentes dos homens; inclusive na hora de amar, sentir e viver nosso esporte preferido! Inclusive, é para o seu bem-estar e conforto, entender essas diferenças na hora de pedalar, e não deixa jamais que, um desconforto seja visto como frescura ou coisa de mulherzinha!!

Tivemos por anos os duros e estreitos selins, concebidos sem respeito à anatomia feminina. Ainda bem que, atualmente, os fabricantes já entenderam que somos moldadas diferentemente: temos a pélvis mais larga e profunda, além de os ossos do nosso quadril (ísquios) serem mais afastados do que os homens; por que isso nos ajuda com os bebês na hora do parto. Dessa forma, o selim feminino é mais amplo que o masculino na parte de trás, sendo recomendado uma média de 2cm mais largo, oferecendo melhor suporte aos ísquios e a musculatura das nádegas. Além disso, poderemos nos beneficiar de selins com narizes mais curtos e mais largos, do que os selins deles.É importante que sejam anatômicos e que você teste alguns pra entender melhor do que o seu corpo precisa!



A morfologia do quadril auxilia determinar o selim adequado, variando entre o sexo. Sendo a pelve é formado por 3 ossos (ísquio-iliaco-pubis) que sendo os ísquios, possuem uma tuberosidade isquiática e permite ter o apoio do peso do corpo:



A Specialized possui em algumas lojas, uma almofadinha que você senta e mostra aonde você tem os ossos do quadril e com isso é possível determinar a largura correta do selim para seu corpo. Já viram?!


Além do sexo, o selim correto pode variar de acordo com a modalidade (MTB – SPEED – TRIATLO - URBANO), devido ao posicionamento do tronco de acordo com a altura do apoio das mãos (ou cotovelo).


Ângulo Ideal


O ângulo do selim pode fazer uma enorme diferença devido ao seu profundo efeito sobre a rotação da pelve. Recomenda-se iniciar com um banco em um nível paralelo ao chão, e abaixar levemente a ponta caso ainda sinta desconforto . A anatomia de algumas pessoas exige isto para retirar a pressão do períneo e de outros tecidos. Levantar a ponta do banco não é uma boa solução nunca!


Altura do Selim


Por medo, várias mulheres querem pedalar com a altura do banco igual a das pernas, de forma que possam por os pés no chão. Esqueça isso! É como se você pedalasse agachada, e isso pesaria muito mais seu corpo e te traria um esforço muito além do necessário. Por outro lado, o selim muito alto, acarreta um balanço exagerado em cima dele de um lado pro outro, e consequentemente dores nos "ossinhos" ou a formação de um nódulo ou machucadinho de um lado da virilha ou dos dois.


Um selim ou um sofá


Cuidado com o selim macio demais: como existe uma sobra de material, este tem maior esfregação contra a região deixando o tecido mais dolorido. Para resolver isso, deve-se verificar a técnica do pedal e procurar um selim mais sólido, porque este provocará menor movimentação e queimação no local.


Concluindo...


Tenha cuidado com os ajustes na bike; faça testes e procure um estúdio de Bike Fit pra não sofrer na hora de pedalar... Ah! E fique bem a vontade em colocar um selim rosa, roxo, colorido e bem feminino viu!?!

Relaxe e tenha prazer em vencer seus limites!!!


Beijinhos

MissBike


Leia mais em: http://algoopowersports.tumblr.com/post/152603266420/o-selim-certo-para-voc%C3%AA-e-sua-bike

#selim #selimfeminino #dornabundaaopedalar #mulheresnopedal #dicadepedal #mulheresquepedalam #doresnapedalada

Follow Us
  • Twitter Basic Black
  • Facebook Basic Black
  • Black Google+ Icon
Recent Posts